Como gerir os níveis de stress na vida e no trabalho!

Como enfrenta as situações stressantes no seu trabalho? Em que circunstâncias costuma sentir stress? Costuma ser proactivo na identificação e gestão destas situações? Que estratégias eficazes e ecológicas usa para lidar com o stress?

A Tolerância ao Stress é a habilidade de lidar com eventos adversos e situações de pressão sem desenvolver sintomas físicos e emocionais negativos, lidando de forma ativa e com estratégias de coping, na prevenção desta situação. Colaboradores com bons níveis de Tolerância ao Stress, têm um melhor desempenho profissional, gerem melhor as suas emoções e os seus impulsos, solucionam problemas com mais facilidade, têm relações interpessoais de melhor qualidade,

Sabia que a taxa de incidência de stress no trabalho apurada em Portugal foi de 59%? Considerando que na Europa, o país com a taxa mais elevada é o Chipre (88%) e a menor taxa é a do Liechtenstein (3,5%), podemos fazer um excelente trabalho de melhoria a este nível.

Para ter níveis de Tolerância ao Stress saudáveis devemos desenvolver:

-Um reportório estratégico e proactivo de respostas a situações de stress;

-A capacidade de nos mantermos relaxados e em controlo perante as dificuldades e as situações stressantes;

-Uma atitude otimista e promotora de habilidades para superar situações de stress.

Ao longo deste mês vamos explorar esta dimensão – Tolerância ao Stress – da nossa Inteligência Emocional. Hoje o enfoque será a partilha de uma estratégia que pode aplicar, quer ao nível pessoal, quer ao nível profissional.


QUER RECEBER EMOÇÕES POSITIVAS?


Este é provavelmente uma das estratégias que conheço mais eficazes, desenvolvida pelo Dr. Albert Ellis (o pai da Teoria Racional Emotiva) e chama-se ABCDE. Na base da sua teoria, esta a capacidade que temos de ao invés de nos deixarmos dominar pelas emoções, sermos capazes de modificar o que sentimos através de um processo dedutivo/racional.

A- Acontecimento Alavancador – Pense numa situação desagradável ou inesperada, pela qual tenha passado na última semana. Elabora um gráfico com 5 colunas legendadas com A-B-C-D-E. Por baixo da letra A coloque a descrição da situação. (avance agora para a letra C)

B- Baseado em Crenças – As crenças aqui são consideradas como todo o discurso interno que desenvolvemos perante um determinado acontecimento, baseadas em experiências passadas, valores e situações padronizadas. Sendo que muito deste discurso interno é automático e muitas vezes auto sabotador, a aplicação deste exercício vai ser muito útil na mudança desses padrões mentais para outros mais aliados das suas emoções e bem-estar.

Perante um evento, podemos sempre proceder a uma adaptação da crença que despoleta a consequência.

Neste quadrado (B) tente descrever tudo em que pensou após ter percecionado o evento, descreva as afirmações mentais.

C- Consequência  – Por baixo da letra C coloque todas as consequências emocionais e eventuais comportamentos associados ao acontecimento descrito em A. (preencha agora a coluna B)

D-Descartar Hipóteses – Fase crucial do exercício em que vamos analisar a veracidade dos factos, possíveis alternativas ao nosso pensamento automático, e refletir sobre algumas questões que vão ajudar a suavizar o pensamento sabotador de B.

“Se alguém me pedisse um conselho sobre uma situação idêntica, que conselho daria a essa pessoa para explicar o acontecimento de forma emocionalmente mais neutra?”

“Já tive alguma situação idêntica no passado (ou conheço alguém que teve) em que a crença / pensamento associado se mostrou errada?”

“Que outros motivos podem estar na origem deste acontecimento, e o que posso pensar mais sobre ele, que me ajude a ter outras perspetivas mais neutras ou positivas?”

E-Efeitos da reflexão – Na coluna E deve colocar todas as reflexões, o que sente depois de perspetivar, e que outros comportamentos vai ter ni futuro em situações idênticas.

“Não é stress que nos mata. É a adaptação efetiva ao stress que nos permite viver.”

(George Vaillant)

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *